GKA TECHNO 2020 VIRTUAL

23-24 outubro 2020

Bem-vindo ao GKA TECHNO 2020 VIRTUAL, o X Congresso Internacional de Tecnologia, Ciência e Sociedade. O congresso se tornou um foro de discussão que explora aquelas tecnologias que podem ter influência nos  meios de produção e distribuição do conhecimento – muito especialmente as tecnologias da informação e da comunicação – e nas tecnologias sociais, entendidas como fator de integração social desde os ideais de uma sociedade aberta na qual a tecnologia se usa para satisfazer as necessidades humanas e servir os interesses comunitários.  Este ano, o tema destacado é "Sistemas e tecnologias de informação para saúde e bem-estar social".

Navegue pelas salas do congresso para assistir às gravações das sessões.

Download do programa definitivo Download do Livro de Atas

Congresso
Materials

Universidade colaboradora

Universidade de Santiago de Compostela

A Universidade de Santiago de Compostela (em galego e oficialmente Universidade de Santiago de Compostela – USC) é uma universidade pública com sede em Santiago de Compostela, Galiza (Espanha), e campus em Santiago de Compostela e Lugo. Com mais de 500 anos e 30.000 estudantes, é a universidade com a mais longa tradição na Galiza e uma das mais antigas do mundo. Sua biblioteca, com 1.227.796 volumes, é a quinta maior biblioteca universitária da Espanha. A Universidade de Santiago de Compostela possui mais de 28 faculdades e centros de ensino, 75 departamentos e mais de 2100 professores e pesquisadores. Ofereça mais de 50 graus, diplomas de bacharelado e diploma e mais de 110 programas de mestrado e doutorado. Participando de um dos maiores projetos de intercâmbio cultural, a USC faz parte do Programa Erasmus, hospedando mais de 1.000 estudantes de todos os continentes a cada ano em suas instalações, permitindo que eles vivam a experiência de residir em um país estrangeiro. Em 2009, a USC foi reconhecida como um Campus de Excelência Internacional pelo Ministério da Educação, uma distinção que a coloca entre as 9 melhores universidades do país.

Tema destacado

Sistemas e tecnologias de informação para saúde e bem-estar social.

Queremos reunir profissionais, pesquisadores e acadêmicos de Sistemas de Informação e Tecnologias de Saúde e Bem-Estar Social para compartilhar sua visão e discutir os desafios atuais, desenvolvimentos, estudos de caso, soluções práticas e integradas, além de novos produtos, descobertas e abordagens tirar proveito do uso de sistemas e tecnologias da informação em serviços sociais e de saúde públicos ou privados. Acadêmicos, cientistas e profissionais de Tecnologia da Informação e Comunicação em saúde e bem-estar social, gerentes e fornecedores de soluções em todo o mundo terão a oportunidade de compartilhar experiências, contribuir com novas idéias, discutir problemas e apresentar últimos desenvolvimentos no campo multidisciplinar de serviços sociais e de saúde. O congresso é destinado a acadêmicos (professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação), profissionais e gerentes de serviços sociais e de saúde, equipe médica e de enfermagem em geral, assistentes sociais, educadores sociais, psicólogos, engenheiros e pesquisadores das ciências sociais e humanas. Objetivos gerais do congresso:

  • Discutir a importância dos sistemas de informação e comunicação para a saúde e bem-estar social e os desenvolvimentos tecnológicos emergentes.
  • Apresentar soluções de ponta.
  • Apresentar e discutir soluções práticas.
  • Avaliar as oportunidades, tendências, riscos, vantagens e desvantagens da Tecnologia da Informação e Comunicação para saúde e bem-estar social.
  • Discutir soluções e tecnologias integradas usadas para o setor de saúde e para serviços sociais.
  • Abordar os desafios associados à perspectiva médico-sócio-tecnológica.
  • Identificar as motivações atuais, problemas e fatores de sucesso na adoção da Tecnologia da Informação e Comunicação nos sistemas sociais e de saúde públicos e privados.
  • Avaliar problemas e desafios de gerenciamento.
  • Discutir tendências futuras.

Diretores Científicos

Dra. Yolanda García Vázquez – Universidade de Santiago de Compostela (Espanha)

Assistente social com mestrado em psicologia clínica e psicoterapia, mestrado em sociedade da informação e doutorado em integração econômica e desenvolvimento regional. Estudou na Universidade de Santiago de Compostela, na Universidade Aberta da Catalunha, na Universidade Camilo José Cela, no Instituto Universitário de Psicologia Dinâmica, na Escola Internacional de Administração em Dortmund, na Alemanha, e na Universidade da Califórnia-Berkeley e atualmente é pesquisador de pós-doutorado no Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela. Ela participou de vários projetos competitivos de pesquisa em nível nacional e europeu, bem como na transferência de resultados que levaram à criação de empresas de base tecnológica. Atualmente, ela estuda grupos de mulheres vulneráveis ​​que implementam um sistema automático de comunicação móvel para a aplicação remota de terapias cognitivas comportamentais de inclusão social. Também faz parte do Grupo de Pesquisa Novos Medios da Universidade de Santiago de Compostela e promoveu uma rede de universidades e empresas interessadas no estudo de telefones celulares como instrumentos de inclusão social.

Dr. Carlos Ferrás Sexto – Universidade de Santiago de Compostela (Espanha)

Doutor Europeu e Prêmio Extraordinário de Doutorado em Geografia e História pela Universidade de Santiago de Compostela (1994). Atualmente, ele é professor de Geografia Humana; É vice-presidente da Associação Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação AISTI e foi diretor do Mestrado em Sociedade da Informação e do Conhecimento e coordenador do Mestrado em Planejamento e Gestão do Desenvolvimento Territorial da Universidade de Santiago de Compostela. Ele foi professor visitante na Universidade da Califórnia em Berkeley, Keele University no Reino Unido e na ISM-International School of Management em Dortmund na Alemanha. Sua pesquisa se concentra na interação de análise espacial e psicoterapia e tecnologia da comunicação com sistemas de informação. Anteriormente, durante o ano acadêmico 94-95, ele foi professor de Planejamento e Desenvolvimento Regional da Universidade de Guadalajara, México, e entre 1991 e 1994, foi pesquisador de doutorado no Departamento de Geografia da University College Cork-Irlanda. Ele foi o principal pesquisador de 5 projetos de pesquisa financiados pelo Plano Nacional de P&D e / ou União Européia, focado na análise da interação das TICs com a sociedade e o território, no âmbito desses projetos. Ele coordenou a transferência de resultados da universidade para instituições públicas e privadas, como a Fundação Germán Sánchez Ruipérez, a Universidade de Guadalajara-México ou a Fundação CEER, bem como a criação de empresas derivadas.

Palestrantes convidados

Dr. Adrian Aguilera – University of California in Berkeley (EUA)

Improving the health of vulnerable populations using mobile technology Adrian Aguilera, Ph.D., é professor associado da Escola de Bem-Estar Social da Universidade da Califórnia em Berkeley e do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Califórnia em San Francisco. Licenciado pela Universidade de Stanford, obteve seu Ph.D. em Psicologia Clínica pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). A pesquisa do Dr. Aguilera se concentra no desenvolvimento e teste de intervenções tecnológicas para abordar disparidades de saúde em populações vulneráveis ​​e de baixa renda. O trabalho atual do Dr. Aguilera concentrou-se no uso da tecnologia de telefonia móvel para melhorar as intervenções de saúde mental em ambientes de atenção primária. Ele desenvolveu uma plataforma de mensagens de texto para enviar mensagens de texto relacionadas à saúde que foram usadas em conjunto com o tratamento cognitivo-comportamental (TCC) e atualmente está adicionando aprendizado de máquina para melhorar a personalização de intervenções de saúde baseadas em telefones celulares.

Dra. Sara Lumbreras – Universidad Pontificia Comillas (Espanha)

Inteligencia artificial y Ciencia: Lo que la Pandemia nos ha Enseñado Sara Lumbreras é doutora em engenharia industrial e professora titular na escola de engenharia da ICAI (Universidad Pontificia Comillas). Ela é especialista no desenvolvimento e aplicação de técnicas de tomada de decisão em problemas complexos, particularmente nos setores de energia e financeiro, tendo trabalhado por cinco anos em bancos de investimento em Londres. Ela é membro da cátedra de Ciência, Tecnologia e Religião da mesma universidade, onde estuda o impacto social da tecnologia. É autora de mais de trinta publicações e trabalhou em mais de uma dúzia de projetos com empresas privadas e instituições públicas. Ela fez pesquisas em instituições de prestígio, como o Instituto Santa Fe (EUA), o New Mexico Consortium (EUA) e a London Business School (Reino Unido). Além disso, eleaé o Global Shaper do Fórum Econômico Mundial e o Marshall Memorial Fellow.

Dr. Álvaro Rocha – Universidade de Lisboa (Portugal)

Maturity Models for Management of Healthcare Information Systems Álvaro Rocha possui o título de Professor Honorário, e possui um D.Sc. em Ciência da Informação, Ph.D. em Sistemas e Tecnologias de Informação, M.Sc. em Gestão da Informação e BCs em Ciência da Computação. É Professor Catedrático de Sistemas de Informação da Universidade de Lisboa - ISEG, investigador do ADVANCE (Centro de Investigação Avançada em Gestão do ISEG) e investigador colaborador do LIACC (Laboratório de Inteligência Artificial e Informática) e do CINTESIS (Centro para Pesquisa em Tecnologias de Saúde e Sistemas de Informação). É Presidente da AISTI (Associação Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação) e Presidente do Capítulo Portugues de la Sociedad IEEE SMC – Systems, Man, and Cybernetics. Ele também é o diretor editorial do JISEM (Journal of Information Systems Engineering & Management) e RISTI (Revista Ibérica de Sistemas y Tecnologías de Información). Além disso, atuou como vice-presidente de especialistas no Horizon 2020 da Comissão Europeia, como especialista no Ministério da Educação, Universidade e Pesquisa do governo italiano e como especialista no Ministério das Finanças do governo da Letônia.

Membros do Comitê Científico

  • Javier Echeverría, Ikerbasque, Espanha.
  • Mónica Edwards, CEO of miValu, Espanha.
  • Roberto Feltrero, Instituto Superior de Formación Docente Salomé Ureña, República Dominicana.
  • Jesús Miguel Flores, Universidad Complutense, Espanha.
  • Silvia Lago, Universidad de Buenos Aires, Argentina.
  • Carmen Salgado, Universidad Complutense, Espanha.
  • Mario Toboso, Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), Espanha.
  • Luisa Veloso, ISCTE-IUL – Instituto Universitario de Lisboa, Portugal.
Não inscrito

O Congresso Inclui

  • 6 Painéis
  • 9 Salas